Arquivo do blog

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Renda fixa versus Renda variável

Uma dúvida que todo investidor passa em algum momento: Investir em renda fixa e ter rendimentos pequenos e constantes ou investir em renda variável e "correr o risco" de ganhar muito dinheiro rapidamente? Há ainda o tipo de pessoa que dá um all-in em criptomoedas ou na ação da moda que um guru financeiro disse que irá valorizar 100% no curto prazo. Cuidado! O mercado está cheio de especialistas e videntes que sabem o que é melhor para o seu dinheiro.

Vemos a todo momento notícias do bilionário Warren Buffett nos EUA e do Luiz Barsi no Brasil que fizeram fortunas na bolsa de valores. É muito sexy e tentador! Mas saiba que existem muitos fatores envolvidos que você pode não estar preparado para lidar com grandes perdas e ter que recomeçar tudo novamente (várias vezes).

Porque nosso cérebro insiste em querer acelerar as coisas e não aprendemos com os ditos populares? "Devagar se vai ao longe", ou de "grão em grão a galinha enche o papo". Muitas vezes temos uma visão míope de que podemos ficar rico em pouco tempo. O extremo disso são pessoas que compram bilhete premiado da mega sena de um ambulante no meio da praça da Sé, ou o indivíduo que acredita ser o escolhido para fazer parte de um "seleto grupo de empreendedores" para vender o revolucionário emagrecedor ou cosmético da moda.

Após atingir minha independência financeira, continuei exposto em um grau elevado em renda variável (cerca de 50% do portfólio em fundos multimercado, fundo de ações e criptomoedas). Mesmo assim estou conseguindo bater mais de 100% do CDI ao longo dos últimos dois anos, mas se estivesse investindo somente em renda fixa (CDB, Tesouro, LCA e Debênture) meu desempenho teria sido muito melhor.

O excelente blog do AA40 apresentou recentemente alguns estudos comparando Renda fixa x Renda variável desde o início do plano Real e lá ele provou que a renda fixa bateu praticamente todos os anos a renda variável. Dessa forma cheguei a conclusão que vou mudar minha estratégia de fifty-fifty para 90% de RF (de preferência IPCA + X% para garantir ganhos reais).

Um amigo conservador que passou os últimos 3 anos investindo apenas em RF me disse na semana passada que está se preparado para investir em startups. Eu perguntei o porquê da mudança e ele foi categórico: "porque é impossível ficar rico com renda fixa". Hoje eu vejo que a melhor estratégia para um "cidadão comum" atingir FIRE é um conjunto de fatores como: TEMPO + RESILIÊNCIA + FRUGALIDADE + APORTES CONSTANTES, e o melhor investimento de alguém que está construindo patrimônio é o seu trabalho (ou renda ativa). Deixe o tempo fazer o papel dele e não tente acelerar as coisas, pois você pode colocar tudo a perder já que não dá para voltar atrás e o tempo é nosso ativo mais precioso.

Vários estudos mostram que ao longo dos anos uma pessoa que investe em renda fixa no Brasil e que consegue manter aportes constantes, consegue ser FIRE em 20 anos (dependendo dos aportes, muito antes disso). Esse mesmo amigo me disse que um valor confortável para ele seria ter 600 mil reais no banco para atingir a "liberdade financeira" (veja que isso é diferente de independência). Dessa forma, investir em startups seria a pior estratégia possível, já que o risco é gigantesco e com um salário de R$ 10.000 reais ele tem um fluxo mensal de entrada bem acima da média brasileira.

Além do tempo e do dinheiro, um dos itens mais escassos nos dias de hoje é a paciência! É hora de refletir um pouco para tentarmos resgatá-la.

Boa reflexão e bons investimentos!

8 comentários:

  1. Olá Oculto!
    Excelente reflexão! Estamos em tempo de renda fixa baixa (para padrões tupiniquins) e a turma começa a ficar criativa.
    Infelizmente essa criatividade não vem acompanhada de estudo e preparação. É sempre na “dica quente” e isso é muito arriscado.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa pontuação... Estamos em tempo de renda fixa baixa para padrões tupiniquins! (E ainda temos uma das maiores taxas de juros real do mundo). Somos um país considerado arriscado? Sim! Mas pelo menos para quem é brasileiro, conhecemos bem o contexto que estamos inseridos. Agora um gringo investir no BR é jogar no modo hard! Seria como um brasileiro comum investir na Argentina ou na Turquia 8-|

      E mesmo com esse cenário de juros baixo, a inflação tbm está baixa. Ainda conseguimos investimentos “seguros” em renda fixa pagando mais de 4% aa acima da inflação.

      Excluir
  2. IO, excelente post !!! Vem totalmente de encontro com o que penso e falo. Devagar sempre se vai ao longe.
    Não dá para entender esse cara ai que só precisa de 600 mil reais (quem sabe não no banco) para atingir LF e vai arriscar em startups? É a velha máxima humana, ninguém tem paciencia para nada hoje em dia...
    Obrigado pelo link. Vou compartilhar seu post no Reddit e nossa FB page se não se importar. Abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu AA, agradeço pelo compartilhamento. Nunca usei o Reddit mas sei que é um forum roots rs. Tem alguma dica de conteúdo de lá para seguir e absorver?

      Excluir
    2. Sim tem nosso subreddit sobre FIRE:
      https://www.reddit.com/r/FIRE_BRASIL/

      Excluir
  3. Seu artigo venceu o top 5 da semana pelo FB do AA40. Confira:
    https://www.facebook.com/aposenteaos40

    ResponderExcluir
  4. Excelente post! Sou exemplo claro da fórmula que você apresenta. Por anos trabalhei como doido, economizando cerca de 75% de minha renda líquida, sempre aportando em ativos que eu conhecia e estudando. Ainda hoje sido quase mesmo padrão (exceto pelo trabalho pois tirei um pouco o pé do acelerador nesse ano).
    abraço!

    Executivo Investidor
    www.executivoinvestidor.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Excelente EI, não conhecia seu blog mas acabei de cadastra-lo em meu agregador de feed. Muito interessante seu movimento para o Canadá, parabéns pela coragem! Continuarei acompanhando sua trajetória.

      Excluir